Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Dicas de Saúde Como Ajudar Alguém com Depressão
14/08/2015 - 11h59m

Como Ajudar Alguém com Depressão

Trata-­se de uma doença e como tal precisa ser tratada de forma adequada para que possa ser superada e não cause outros problemas de saúde

Como Ajudar Alguém com Depressão

Fonte: http://www.saudedicas.com.br/

A depressão é uma condição que afeta cada vez mais pessoas e apesar de que muitas pessoas pensam que a depressão pode ser superada sozinha, isso não é verdade. Trata-­se de uma doença e como tal precisa ser tratada de forma adequada para que possa ser superada e não cause outros problemas de saúde. Hoje vamos te dar algumas dicas sobre como você pode ajudar alguém com depressão.

Ajudar alguém com depressão muitas vezes é difícil, por isso hoje queremos dar algumas dicas sobre a melhor forma de fazer isso. Para a maioria de nós, em muitos casos, é difícil saber a diferença entre uma pessoa que sofre de depressão ou que está de mau humor ou tem um dia ruim. Situações e problemas que vão se apresentando ao longo de nossas vidas podem nos levar a ficar deprimidos: a morte de um ente querido; sentir­-se sozinho; diagnosticado com uma doença crônica; uma demissão ou a aposentadoria são algumas situações que nos fazem estar triste.

No entanto, após um período de tempo se sentindo triste, a maioria das pessoas recupera o equilíbrio emocional e se encontra melhor. O problema é quando as pessoas não se recuperam e a cada dia vão se sentindo pior. É muito importante saber que, se uma pessoa sofre de depressão clínica e não se ajudar, esta pode durar semanas, meses ou inclusive anos. As pessoas deprimidas já não desfrutam das atividades, que antes lhes agradavam, e inclusive podem chegar a ter pensamentos suicidas.

Se você acha que alguém próximo a você está sofrendo de depressão, não ignore o problema e tente ajudar. Por isso, o melhor é sempre consultar um especialista (médico, psicólogo ou psiquiatra), que são as pessoas que podem realizar um diagnóstico preciso e te ajudar a superar este momento tão ruim que está passando o seu ente querido.

Também é importante conhecer algumas orientações que podem ajudar alguém, com depressão:

Observe e escute os sintomas

Para uma pessoa deprimida pode ser realmente difícil pedir ajuda. Por isso, é importante estar atento, detectar se está diferente, se queixa de estar triste ou deprimido ou diz que nada nem ninguém importam. Sintomas como choro, tristeza continua, isolamento social e falta de interesse em realizar atividades e relacionamentos são sinais claros que nos advertem que alguém está sofrendo de depressão.

Não se envergonhe de estar deprimido

O primeiro passo para superar a depressão e qualquer outro problema psicológico é admitir que precisa de ajuda. Pensa­ equivocadamente que uma pessoa deprimida pode sair dela com facilidade, que é apenas “questão de tempo”, mas a realidade é bem diferente. É um problema grave que precisa de ajuda de um especialista sempre.

Fale sobre isso com tato

Em vez de apresentar diretamente o problema e uma possível solução ou terapia, é melhor tentar se aproximar e perceber o que está acontecendo com essa pessoa. Perguntando discretamente sobre as mudanças que você notou em sua vida conseguirá que não se coloque na defensiva.

Insista delicadamente para que supere a resistência

A pessoa deprimida pode resistir em procurar um médico porque pensa que não é um problema, tem medo ou vergonha. É preciso tirar da sua cabeça que uma doença mental não significa estar louco e que não será bloqueado. É algo que pode acontecer com todo mundo, mas que com ajuda é possível superar e ser feliz novamente.

Procure ajuda profissional

Se você se vê impotente para ajudar seu familiar ou amigo, procure a ajuda de um médico, contando sobre a sua preocupação com este ente querido, explicando os comportamentos que você detectou e a resistência que coloca para obter ajuda. O médico nos dirá como devemos agir para que ele se decida a procurar um especialista.

Não pense no dinheiro do tratamento

É muito comum que o custo do tratamento suponha um impedimento para conseguir ajuda. É preciso levar em conta que as terapias em muitos casos são curtas e muito eficazes, e também que o seguro social e os seguros costumam cobrir estes tratamentos. Em qualquer caso, a saúde bem vale qualquer tipo de esforço econômico.

Participe do tratamento do seu ente querido

Os familiares, casais e entes queridos devem ser envolvidos no tratamento para obter resultados positivos mais rapidamente. É bom planejar atividades que você sabe que a pessoa gosta; passear e falar e inclusive ir ao médico com ela. Tente encorajar a pessoa com depressão para que seja ativa e esteja ocupada, desta maneira não ficará passando pela sua cabeça tudo o que a preocupa ou lhe faz se sentir mal. Claro, tampouco se deve optar por realizar muitas coisas ao mesmo tempo, porque isso pode piorar a sua situação ao introduzir o estresse.

 

Para ter certeza de que alguém realmente sofre com depressão é preciso procurar um profissional.

Ações do documento