Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Dicas de Saúde O que é Hérnia de Disco?
03/04/2018 - 15h30m

O que é Hérnia de Disco?

A hérnia de disco é uma lesão que ocorre com mais frequência na região lombar. Essa doença é a que mais provoca dores nas costas e alterações de sensibilidade para coxa, perna e pé.

O que é Hérnia de Disco?

Fonte: www.minhavida.com.br

hérnia de disco ocorre quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime as raízes nervosas que se ramificam a partir da medula espinhal e que emergem da coluna espinhal. Esse problema é mais comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

Uma hérnia de disco pode irritar nervos próximos e resultar em dor, dormência ou fraqueza em um braço ou perna. Por outro lado, muitas pessoas não experimentam sintomas de uma hérnia de disco.

Cerca de 20% da população tem hérnia de disco e não tem dor. Ter hérnia de disco não significa estar doente. Cerca de 80% das dores por hérnia de disco acabam dentro de 2 meses, com ou sem tratamento, os 20% restantes irão levar a dor crônica.

Causas

Os discos intervertebrais são estruturas em formato de anel ou discos localizados entre as vértebras que formam a coluna espinhal. Os discos são constituídos por tecido cartilaginoso e elástico e tem como principal função evitar o atrito entre uma vértebra e outra, mas permitindo o movimento entre elas.

A hérnia de disco acontece com o desgaste desses discos, causado pelo seu uso repetitivo. Na hérnia de disco, existe uma fraqueza ou mesmo uma ruptura do anel que contém o disco, onde uma parte de seu conteúdo sai de sua posição normal e invade o canal vertebral, onde passam a comprimir as raízes nervosas, causando compressão sobre elas e, consequentemente, dor.

O desgaste pelo tempo e a genética são os principais causas predisponentes de uma hérnia de disco, mas forçar os músculos das costas para levantar peso excessivo pode ser um desencadeador deste problema.

Mais raramente, um acidente ou injúria pode também levar ao surgimento de uma hérnia de disco.

Fatores de risco

Excesso de peso e fazer atividades que demandem grande esforço físico são fatores que podem desencadear problemas nas costas, entre elas a hérnia de disco. Movimentos de repetição no trabalho que exigem muito dos músculos das costas podem causar desgaste dos discos e, consequentemente, levar à hérnia. O sedentarismo e a posição repetida, como por exemplo a de ficar sentada por muito tempo também podem gerar lesões nos discos, que podem causar a hérnia de disco.

Há evidências também de que a genética possa ter um papel de importância no desenvolvimento de hérnias de disco. Isso quer dizer que você está em maior risco para hérnia de disco se seus pais, irmãs ou irmãos possuem a doença.

Sintomas de Hérnia de disco

Uma pessoa pode ter uma hérnia de disco e nem se dar conta disso. Mas na maioria dos casos o paciente sente dores. A dor é mais concentrada nas regiões lombar e cervical da coluna e em alguns casos ela pode irradiar para os membros superiores, no caso da hérnia cervical e para os membros inferiores,( ciático) nos casos da hérnia lombar.

Os principais sintomas da hérnia de disco são:

·         Dor cervical, torácica (dorsal) ou lombar

·         Dor nos braços ou nas pernas (ciático)

·         Sensação de formigamento, câimbras nos braços e nas pernas

·         Sensação de fraqueza por causa dos nervos acometidos

·         Em casos mais raros porém mais graves, existe a alteração dos esfínceteres vesical (urina) e anal (fezes).

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a hérnia de disco são:

·         Clínico geral

·         Ortopedista

·         Neurologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

·         Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram

·         Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade

·         Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

·         Você sente dor nas costas que migra para os braços ou para as pernas?

·         Você sente fraqueza ou formigamento nas pernas?

·         Você notou qualquer mudança no funcionamento do intestino ou da bexiga?

·         Tossir ou espirrar faz a dor piorar?

·         A dor está prejudicando seu sono ou suas atividades diárias?

Não hesite em fazer perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Buscando ajuda médica

Procure por auxílio médico se você apresentar uma dor forte e persistente nas costas e se tiver qualquer sensação de dormência, perda de movimento, fraqueza ou alterações de hábitos urinários e intestinais.

Diagnóstico de Hérnia de disco

Primeiramente, o médico realizará um exame físico no paciente com suspeita de hérnia de disco para avaliar onde há dores ou sensibilidade na região das costas. Em seguida, ele realizará um exame neurológico, no qual avaliará o reflexo, força muscular, capacidade de andar e sensibilidade para toques, vibrações e testes de sensibilidade.

Em muitos casos, o exame médico, o exame neurológico e uma conversa sobre o histórico médico e familiar do paciente bastam para que o diagnóstico possa ser feito. No entanto, se houver suspeita de que outra causa possa estar levando aos sintomas descritos pelo paciente, o médico poderá optar por realizar outros exames.

Exames

Os principais exames para detectar a hérnia de disco são:

·         Exame físico

·         O raio-x, a tomografia e a ressonância magnética da coluna evidenciam a localização da hérnia bem como sua morfologia e ajudam no diagnóstico diferencial com outras doenças que possam levar aos mesmos sintomas

·         Eletromiografia para determinar exatamente a raiz de nervo em questão e determinar o grau funcional da raiz nervosa acometida

·         O teste de velocidade de condução do nervo pode ser feito.

 

Ações do documento